top of page
Buscar
  • Foto do escritorDavi Nogueira

Porcelanato fosco: o que você precisa saber para fazer a melhor escolha


Saber como limpar porcelanato corretamente é fundamental para conservar o revestimento (Projeto: Portobello S.A.)


De acabamento acetinado, esse revestimento funciona com segurança em áreas molhadas da casa


Na hora de construir ou reformar, o acabamento é o que gera mais dúvidas. Que tipo de piso escolher? Qual a cor? E o estilo?


As perguntas são muitas, mas estamos aqui para tentar responder algumas das suas dúvidas sobre o porcelanato fosco. Além de ser elegante e sofisticado, esse tipo de piso é bastante versátil e pode ser usado em diversos ambientes. É ideal para ambientes molhados e, na Portobello, é conhecido como porcelanato de acabamento natural.

Separamos alguns pontos que você deve avaliar antes de comprar o porcelanato para seu projeto. Também preparamos uma lista com cuidados que você deve ter com esse tipo de piso. Confira:

Limpeza de porcelanato não requer uso de muitos produtos (Projeto: Juliana Abad)


1. Pesquise os tipos de porcelanato


Conhecer previamente o material facilita muito a escolha. Por isso, antes de qualquer compra, pesquise os tipos de porcelanato disponíveis no mercado. Além de cores e texturas, esses revestimentos, hoje, tem uma gama imensa de propriedades.

Confira, abaixo, a diferença entre o porcelanato fosco (ou natural) e o polido:

  • Natural: esse tipo de revestimento é bastante utilizado por causa da versatilidade. De aspecto fosco ou acetinado, o porcelanato natural simula diversas estampas e texturas. Você encontra alguns bastante próximos ao visual de mármore, por exemplo. E também como texturas mais ásperas simulando outros tipos de pedras. As cores também são variadas, tendo diferentes opções de brilho. Essas características permitem que essa peça seja utilizada em toda a casa, inclusive em sacadas e varandas cobertas.


  • Polido: revestimento com efeito brilhante, alcançado através de um processo de polimento que rompe as facetas da Lastra e proporciona o reflexo da luz.


2. Defina o estilo do ambiente

Piso fosco é opção neutra para ambiente com referências de arte (Projeto: Sérgio Conde Caldas Arquitetura)


O porcelanato fosco proporciona uma sensação de ambiente aconchegante e dá um toque de elegância na decoração. Pense nisso quando for desenvolver o seu projeto. Geralmente, o brilho de revestimentos polidos é muito bem-vindo em qualquer lugar, mas a luminosidade pode interferir na sua decoração e, em alguns casos, não é indicado para pisos. Já o acabamento fosco proporciona uma estética mais clean e pode ser usado na decoração da sala ou em qualquer outro ambiente.


3. Faça a metragem do local de aplicação do porcelanato

Sala ampla com porcelanato de Lastra 120×120, em acabamento fosco (Projeto: Portobello)


Um passo muito importante no seu projeto é saber quanto porcelanato comprar antes de começar a obra. Faça os cálculos da área onde será aplicado o piso e tenha os números em mãos na hora da compra.

Uma boa prática é comprar cerca de 15% a mais do necessário para reposições futuras ou ter peças disponíveis diante de qualquer imprevisto.


4. Escolha o tamanho do porcelanato


Pense no tipo de ambiente que o porcelanato fosco será aplicado e considere a metragem.

Em ambientes pequenos, o uso de placas maiores, as Lastras, pode trazer uma sensação de que o espaço é menor ainda. E outra questão é ter que cortar o piso para caber no projeto. Dependendo do caso, pode não ser a melhor opção.


5. Não esqueça da qualidade


Todo mundo sonha com uma decoração linda na sua casa, mas a busca pela qualidade deve sempre vir antes da beleza. Felizmente, na Portobello, você não precisa abrir mão de uma coisa ou de outra.

A marca tem diversos modelos de porcelanato fosco disponíveis e de qualidade.


6. Avalie o tipo de ambiente


Cada ambiente é diferente do outro e, por isso, é preciso atenção especial na hora de escolher o tipo de piso.

No quarto, o porcelanato fosco cai muito bem. A ausência de reflexo de luz proporciona maior conforto para um ambiente usado para o descanso.

Porcelanato natural evita reflexos indesejados de luz (Projeto: Portobello)


já no banheiro, esse tipo de revestimento no piso é ideal, pois oferece mais segurança para ambientes molhados. O mesmo vale para áreas de piscina, no ambiente externo.

Lavabo com paredes revestidas em porcelanato Bronze Armani fosco, com a cuba esculpida com o mesmo porcelanato (Projeto: Marina Horta)


Tanto durante a aplicação do piso quanto após o projeto concluído alguns cuidados são importantes para conservar as peças por mais tempo.

Continue a leitura para saber como cuidar e limpar o porcelanato da sua casa:


Porcelanato fosco: o que fazer depois da obra concluída?

Agora que você já sabe como escolher o porcelanato fosco, vamos falar sobre o pós-obra. Confira as dicas:


Principais cuidados com o porcelanato fosco


Os cuidados com o porcelanato devem começar antes mesmo de iniciar a obra. Isso porque, antes de aplicar o piso é preciso verificar se o local está preparado. A superfície deve estar limpa e seca. Também verifique se há algum outro material como tinta ou óleo, e se a superfície é totalmente reta, para não influenciar na colocação das peças.

Quando a colocação do porcelanato fosco estiver finalizada, pode ser que outros trabalhos continuem no entorno, como parede e forro, por exemplo. Caso isso aconteça, não esqueça de utilizar protetores de piso. Evite usar papelão ou outro material improvisado. Mesmo que seu orçamento esteja apertado, não vale arriscar estragar o porcelanato e ter uma obra com acabamento inadequado.

Quando todo trabalho estiver terminado é hora de limpar o porcelanato.

Confira o passo a passo:

  • Comece removendo todos os resíduos da obra. Assim você evita riscos e manchas nas peças. Na sequência, tire o pó, utilizando uma vassoura ou aspirador;

  • Utilize produtos específicos para esse tipo de piso. Pode ser detergente neutro, por exemplo;

  • Caso fique alguma mancha depois desse procedimento, talvez você precise de algo mais forte, como um solvente orgânico ou Thinner, mas leia as instruções antes de usar.


Gostou dessas dicas? Então não deixe de curtir e compartilhar!

Comments


bottom of page