top of page
Buscar
  • Foto do escritorDavi Nogueira

Desenhos na parede: personalize a decoração dos ambientes

Atualizado: 2 de jun. de 2023


Desenho abstratos na parede ajudam a criar uma atmosfera mais descontraída para a sala de estar (Projeto: Sérgio Conde Caldas Arquitetura / Foto: Mariana Boro)


Os desenhos na parede ganham cada vez mais espaço na decoração de casas, apartamentos e estabelecimentos comerciais.

É que, além de transformarem o visual de qualquer superfície vertical, eles conferem autenticidade e charme aos ambientes.

E as possibilidades são muitas! Afinal, é possível explorar uma infinidade de temáticas, estilos, materiais e cores por meio de desenhos na parede.

Quer saber como usá-los para personalizar a sua casa ou os seus projetos? Então, continue a leitura!


Qual local e parede eleger?

Desenho na parede de estilo abstrato está em alta nos apartamentos contemporâneos


Antes de tudo, saiba que não existem regras para desenhos na parede. Qualquer ambiente pode recebê-los, desde que a superfície escolhida esteja em boas condições.

Paredes descascando e com rachaduras, por exemplo, não ajudam a valorizar o trabalho artístico, que ainda corre o risco de não durar muito.

Mas o que você precisa pensar na hora de escolher o local específico é: qual efeito deseja trazer para o ambiente?


Se a ideia é dar destaque ao desenho, a primeira parede que as pessoas veem ao chegar na sua casa pode ser uma boa pedida.

Por outro lado, se você busca algo mais discreto, dê preferência a uma superfície menor ou ao canto de um ambiente.

Salas, quartos e halls são os espaços onde os desenhos na parede — sobretudo os maiores — realmente se destacam.

No entanto, isso não quer dizer que outros ambientes não possam ser decorados dessa maneira também!

A única questão é que espaços como banheiros, cozinhas e áreas externas, por ficarem em contato frequente com a umidade, demandam cuidados especiais para não danificar os desenhos.


Como preparar a parede?


Quarto de menina ganha desenho na parede com natureza como temática (Projeto: Patricia Ieno)


Já falamos que um cuidado importante que você deve ter é garantir que a parede onde o desenho será feito esteja em bom estado.

Caso precise limpar a superfície, use produtos adequados, para não danificar a cobertura. Dependendo das condições, talvez seja necessário aplicar uma camada de tinta para cobrir manchas e trazer uniformidade.

Só não se esqueça de se planejar bem, uma vez que a tinta precisa estar completamente seca para o desenho ser feito.


Qual desenho escolher?

A pintura na parede, em diálogo com o piso revestido com Kit Janeiro Black, da Portobello, criou um efeito ótico interessante (Projeto: Ivan Aguiar e Heliomar Venancio / Foto: Felipe Araújo)


A escolha do desenho precisa estar ligada à personalidade dos moradores e ao estilo de decoração do ambiente onde ele será colocado.

Para isso, além do tema, é essencial pensar em cores, formas, traços e outros elementos visuais. Desenhos no estilo street art, pinturas geométricas, mandalas e temas botânicos estão em alta. No entanto, você não precisa se prender às tendências.

O mais importante é que o desenho escolhido tenha a sua cara. Se precisar de inspiração, busque referências em projetos de arquitetura e decoração.

Quem tem habilidades artísticas e gosta de mexer com tinta também pode criar e pintar o próprio desenho.

Desenhos na parede deixam o quarto ainda mais charmoso e aconchegante (Projeto: Una Design)


Como no projeto acima, neste quarto foi usado desenho monocromático na parede com temática tropical (Projeto: Robert Robl)


Porém, não é todo mundo que se arrisca. Além disso, dependendo da altura e da largura do desenho, uma ajuda profissional se torna fundamental.

Existem artistas especializados na pintura de paredes para decoração de ambientes internos e externos. A maioria trabalha com um estilo específico.

Por isso, vale a pena pesquisar e pedir indicações para conhecer o trabalho de diferentes profissionais e encontrar aquele com o qual você se identifica.


Quais materiais utilizar?

Mural decorativo no estilo street art na cabeceira do quarto (Projeto: Andrea Carminate)


Existem diversas maneiras de personalizar as paredes com desenhos. Além dos diferentes estilos, você pode contar com materiais variados.

A forma mais comum é pintar com tinta acrílica, usando pincéis, sprays, esponjas, estêncil e fita adesiva, entre outras ferramentas. Mas saiba que a pintura não é a única opção. Os projetos de decoração contemporânea usam cada vez mais os revestimentos cerâmicos para criar desenhos nas paredes por conta das cores e estampas disponíveis. O resultado? Uma personalização supercriativa, sofisticada e duradoura.

Outra alternativa é recorrer aos papéis de parede; essa é uma forma prática de dar uma cara nova aos ambientes por meio de diferentes temas.


Como fazer a manutenção de desenhos na parede?

Desenho de folhagens na parede em revestimento cerâmico também é tendência (Projeto: Naiane Souza / Kasa20 Arquitetura)


Tomar cuidados básicos para manter os desenhos na parede em bom estado é importante.

Caso a superfície fique suja por algum motivo, passe um pano úmido com água e detergente neutro para limpá-la.

Em seguida — principalmente se o desenho for de papel de parede —, passe um pano seco para melhor conservação. Evite esfregar a parede com bucha ou escova. Essa nunca é uma boa ideia, uma vez que o atrito tende a danificar o desenho.

No entanto, tenha em mente que as cores podem desbotar. Isso é normal, ainda mais quando recebem luz direta do sol — com exceção dos revestimentos cerâmicos.

Se os desenhos da sua parede forem pintados, uma possibilidade é fazer alguns retoques com pincel ao longo do tempo.

Quando se trata de decorar os ambientes com desenhos na parede, o céu é o limite! De forma simples, eles transformam por completo a atmosfera dos espaços, criando uma maior identificação com o lar.


Gostou das dicas? Não se esqueça de deixar seu like :)

Até a próxima! Fonte: https://blog.archtrends.com/casa-instagramavel/

Comments


bottom of page